Meditando e se reconectando com o eu interior

Eu morava no Rio de Janeiro, tinha filhos na pré-adolescência, marido, casa e trabalhava meio período. Para completar o quadro, fui criada em um contexto que exigia controle e cuidado para que a imagem projetada fosse sempre a mais perfeita possível. Era o que eu tentava ser, o tempo inteiro. Sabe a definição de uma pessoa estressada? Então, eu poderia ter servido de modelo. Muitas vezes, o que importa não é só o quanto e com o que você trabalha ou quantos diferentes papéis exerce, ou se você quer ser a imagem da perfeição, mas se sua mente é hiperativa e reflexiva. E a minha era muito.

Foi dentro da academia que conheci a meditação. Uma colega me convenceu a acompanhá-la na aula de yoga. Confesso que fui mais porque ela trabalhava comigo em um projeto novo e era interessante para manter o networking. Ao final da aula, por uns 10 minutos, a instrutora fez uma meditação guiada e minha mente descobriu um mundo novo.

Por 10 minutos, eu fiquei focada em algo que não era agenda, obrigações e autocobrança. Por 10 minutos, minha mente se aquietou, de certa maneira, seguindo as instruções que traziam tranquilidade e estabilidade. Quando terminou eu me sentia simplesmente bem e relaxada. E tinha sido muito rápido!

Isso aconteceu há muito tempo. Desde então, nunca mais parei de meditar. No início com alguém guiando o processo, usando imagens e metáforas, algo que ainda faço com frequência para mim mesma e para clientes. Mas existem inúmeras técnicas para entrar nesse processo meditativo, pode ser se movimentando, pode ser concentrado em um ponto de luz mental, pode ser colocando o foco de sua mente no movimento que a respiração gera no nariz ou no peito. Você também pode tentar uma maneira mais purista de meditar, que seria deixando que os pensamentos venham para mente e passem, sem se prender a eles, apenas observando-os e deixando-os ir. Confesso que demorou alguns anos para eu conseguir fazer isso, e não são todos os dias que consigo.

O que precisamos deixar bem claro é: meditar não é parar de pensar. Isso é impossível, nossa mente sempre tem pensamentos, a mente consciente sempre tentará chamar sua atenção para compromissos, limitações, pessoas, situações. O segredo é reconhecer o pensamento e não se fixar nele. Mas, caso isso aconteça, quando perceber, deixe o pensamento ir e volte para o foco na respiração ou qualquer que seja a maneira que escolheu meditar. Por isso a meditação guiada, pelo menos a princípio, ajuda na aprendizagem. Também não precisa se sentar em posição de lotus nem ficar nesse estado por 1 hora. Se seu limite é 5 minutos, tudo certo. Como todo aprendizado, leva um tempo, mas vale muito a pena.

A meditação traz diversos benefícios para quem a pratica: quem medita tem qualidade de sono melhor, mais foco, menos ansiedade, gerencia melhor suas emoções e amplia a capacidade de processamento cerebral, bem como otimiza o equilíbrio hormonal, reduz dores de cabeça, tem mais saúde geral e melhor ritmo cardíaco.

Além de tudo isso, aprendemos a observar o mundo a nossa volta como um todo do qual fazemos parte, conseguimos nos colocar como observadores dos desafios. Esse aprendizado possibilita resolver os problemas e situações de vida — como da atual pandemia de covid-19, que exigem respostas e ações inovadoras e diferentes das reações às quais estamos acostumados. Através da meditação, acessamos soluções mais integrais e insights que normalmente bloqueamos por estarmos focados nos problemas.

Se você não sabe como começar o processo de meditação, não se preocupe: estou aqui para ajudá-lo. Para começar você pode escolher um local calmo e separar alguns minutos em que sabe que poderá ficar em silêncio. Lembre-se, o tempo não importa tanto, ninguém corre uma maratona sem treinar.

Inicie o processo colocando uma música instrumental calma e simplesmente vá contando sua respiração enquanto infla e desinfla os pulmões. Quando se sentir concentrado nesse ritmo, imagine que existe um foco de luz no meio do peito, que expande na inspiração e se contrai na expiração. Faça isso até se sentir calmo e centrado.

Você também pode procurar meditações em vários sites ou aplicativos, ou desfrutar da que gravei especialmente para você, logo aí embaixo, é só clicar no play! Concentre-se nas instruções, no som da sua própria respiração e aproveite o momento. Acredite, vai te fazer bem! 😉

Dê o play e aprecie uma relaxante experiência de meditação guiada.

Site Footer

Sliding Sidebar

ROSANE SAMPAIO

ROSANE SAMPAIO

Especialista em coaching pessoal, profissional, executivo e de equipes. Palestrante, analista comportamental e hipnoterapeuta, com qualificação de practitioner em Programação Neurolinguística.