Liderança boa, resultados excelentes

Conheça as características fundamentais para exercer uma boa liderança.

O mundo inteiro ficou atento ao resgate dos meninos na Tailândia no último final de semana. A torcida era para um final feliz, mesmo sendo uma missão arriscada. Quando esse tipo de situação extrema acontece sempre me pergunto quais são os ensinamentos que ficarão. Neste caso, podemos aprender muito sobre os aspectos de liderança.

O ocorrido vai servir de modelo para vários estudos de caso, avaliações de riscos e geração de protocolos para situações semelhantes. Já do ponto de vista da PNL, as maneiras como buscamos compreender as estratégias de excelência em situações excepcionais, tornam esse acontecimento rico em possibilidades.

Entre os aspectos que mais chamam a atenção está a competência de liderança do treinador. Líderes são pessoas que, independente da extensão de uma crise, usam todas as suas capacidades, habilidades e experiências para trazer tranquilidade, motivação e soluções para gerir a equipe, com o intuito de produzir o que é necessário para sair da situação crítica.

No resgate dos meninos, o líder conseguiu manter a calma de 12 adolescentes durante 9 dias. Além disso, foi necessário lidar com a escuridão, a falta de comida e a água que descia pelas paredes. Quando foram encontrados, estavam amontoados em um pequeno elevado na rede de cavernas.

Ou seja: uma equipe é o espelho de seu líder e os “Javalis Selvagens” apresentaram comportamentos bem definidos e alinhados. A calma mantida durante toda a situação foi reflexo da boa liderança.

liderança
Treinador Ekkapol Chantawong os membros de seu time.

As características fundamentais para isso são:

  • Transmitir o compromisso com o desenvolvimento de cada membro da equipe;
  • Humildade e capacidade de ouvir seus liderados;
  • Ser exemplo e motivação;
  • Trazer ferramentas e formas de trabalho inovadoras;
  • Valorizar seus liderados e incentivar melhorias contínuas com foco na excelência;
  • Ter claro a missão, visão e valores da organização e estimular o conhecimento dentro da equipe.

A maioria dos líderes que encontramos são apenas formais. Eles não aprenderam a desenvolver as características que são imprescindíveis para gerar melhorias em seus liderados. Dentro das empresas, ter líderes morais influencia nos resultados esperados pela equipe, no clima dentro do local de trabalho e, por fim, no desempenho geral econômico da empresa. Essas capacidades são possíveis de serem desenvolvidas e, em geral, todos possuem muitas delas em algumas áreas e momentos da vida.

O treinador na Tailândia, Ekkapol Chantawong, mostrou ser um grande exemplo de liderança, independente do fato de ter entrado na caverna. Ser um líder não previne erros e crises, mas é a única habilidade que permite guiar liderados para o sucesso.

Site Footer

Sliding Sidebar

ROSANE SAMPAIO

ROSANE SAMPAIO

Especialista em coaching pessoal, profissional, executivo e de equipes. Palestrante, analista comportamental e hipnoterapeuta, com qualificação de practitioner em Programação Neurolinguística.