Postura: o que ela diz sobre você?

A inteligência do corpo é mesmo incrível. Uma coisa que me deixa muito feliz em relação ao meu trabalho, é quando um cliente passa a melhorar sua postura naturalmente. Quanto mais desafiador é o seu problema, mais perceptível será esse ajuste. O curioso é que não estou falando de pessoas com problemas físicos já instalados, como hérnia de disco, por exemplo. São pessoas em plena saúde. Se esses vícios posturais não são ajustados, podem gerar alterações permanentes no corpo. 

Desde o início, a programação neurolinguística traz como base a relação entre o sistema nervoso como um todo e a linguagem. Essa relação gera consequências em nossa experiência de vida, ações, comportamentos, crenças e valores. Quando trabalhamos com a PNL, estamos atentos a postura e gestos de nossos clientes. Essas observações são como pistas e, ajudam compreender a estratégia de pensamento usada nos caminhos mentais e que levam a algo que pretende-se mudar.   Muitas vezes, não é pelo olhar que percebemos que as palavras não condizem com os reais sentimentos da pessoa, é pela movimentação da cabeça ou mãos. Nem sempre ela está mentindo conscientemente, mas falando aquilo que acredita ser quase uma obrigação sentir ou crer. É bem normal alguém dizer que gosta do trabalho enquanto vira a cabeça de um lado para outro.

Incoerências são pontos que precisam ser ajustados para que se alcance metas em qualquer área.   Da mesma maneira que pensamentos e sentimentos afetam a postura física, o inverso também é verdadeiro. A inteligência do corpo é nossa inteligência fundamental, todos os seres vivos possuem e dependem dela para sobrevivência e interação com o ambiente. Quando estamos atentos ao corpo de maneira consciente, mesmo fazendo outras tarefas mais mentais, tendemos a estar centrados no momento presente e, consequentemente ficamos relaxados. A respiração fica mais profunda e lenta, gerando mais tranquilidade e foco em qualquer tarefa que estejamos fazendo.  Observe na imagem abaixo o exemplo:

postura

O que eu faço sempre antes de um atendimento, ou qualquer tarefa que exija o meu melhor, é o ajuste do meu corpo. Observo como estão meus ombros, minha espinha, como estou respirando e até se meu rosto está tenso ou relaxado. Então, lenta e conscientemente vou ajustando cada um desses itens. Funciona como mágica. Vamos nos ajustar? Até a próxima. :* 

9 comments On Postura: o que ela diz sobre você?

Comments are closed.

Site Footer

Sliding Sidebar

ROSANE SAMPAIO

ROSANE SAMPAIO

Especialista em coaching pessoal, profissional, executivo e de equipes. Palestrante, analista comportamental e hipnoterapeuta, com qualificação de practitioner em Programação Neurolinguística.